Principais pontos do Marco Civil na Internet

Esse ano participei da primeira edição do youPIX fora de São Paulo, a edição Porto Alegre. O evento é muito bom para quem quer conhecer as webcelebridades, o que não é meu caso. Foram poucos os paineis e debates que me interessaram. O principal foi sobre o Marco Civil na Internet

Um assunto importante não só para profissionais da internet mas para todo usuário, já que diz muito sobre privacidade dos usuários e, fundamentalmente, a neutralidade da rede.

Infelizmente, este debate reuniu pouquíssimas pessoas, ainda mais quando comparado à palestras de PC Siqueira ou Rafinha Bastos. Mas enfim…

Na verdade o debate era para mostrar dois pontos: um do defensor do marco civil, e de um delegado contrário ao tema. E apenas isso, já que o texto sobre o assunto já está pronto e quase foi votado dia desses para se tornar legítimo, não fosse uma manobra política que acabou adiando o assunto.

Vou falar aqui apenas sobre o ponto que julguei essencial no texto: a neutralidade na rede. Para mais informações, veja um resumão no Wikipédia aqui.

A neutralidade na rede é uma coisa que, principalmente, as operadoras de telefonia querem quebrar. Visto que, sabendo que tipo de dados o usuário faz download (texto, vídeo, foto), ela pode cobrar mais caro.

É mais ou menos como na telefonia: sabendo para que local do país a ligação está sendo feita (através do DDD), o custo é calculado.

Por isso, a importância do marco civil: manter a neutralidade. Por uma questão de custo de serviço e também de privacidade.

Outro ponto importante são os logs gerados por cada usuário na internet, manter isso retira a privacidade, nos tira um direito básico. O assunto é complicado, por isso estou sendo super genérico. Para saber mais e com mais detalhes, vale uma busca na internet. O assunto é importante para todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *