Como testar corretamente os e-mails do WooCommerce

Uma falha nos e-mails do WooCommerce significa não só um processo de comunicação debilitado com os clientes, mas também uma redução na taxa de conversão – especialmente de boletos.

Os e-mails transacionais são mensagens disparadas pelo sistema em momentos específicos: atualizações no pedido, recuperação de senha, formulários de contato, etc.

Por isso uma falha no envio dos e-mails pode ser algo significativo: você não recebe mensagens dos clientes e eles ficam sem informações sobre o pedido.

Como testar o envio de e-mails

Há alguns caminhos que podem ser seguidos aqui. O primeiro passo é óbvio e deve ser feito regularmente:

  • Envie mensagens através do formulário de contato
  • Crie pedidos com outros e-mails (para testar cliente/admin)

Ao receber os e-mails: aparentemente tudo está certo.

Em caso de não recebimento, há algumas opções.

Identificando problemas

O caminho mais simples é com o plugin WP Mail Logging.

O funcionamento é simples: uma vez ativado ele começa a monitorar todos os envios de e-mail. Dessa forma fica inclusive fácil de avaliar os textos, links e tudo mais dos e-mails enviados.

Mas, em caso de erro, o plugin vai informar que o e-mail não foi enviado e qual é o erro. Geralmente é algo relacionado a função mail do PHP que não pôde ser iniciada. Então o jeito mais simples é entrar em contato com sua empresa de hospedagem para verificar esse problema.

Se o e-mail nem aparece no WP Mail Logging, pode ser que os e-mails do WooCommerce estejam inativos (corrija isso em WooCommerce -> Configurações -> Emails).

Uma outra opção, que eu recomendo muito, é usar serviços externos de e-mail, como o SendGrid. Ele permite uma quantidade razoável no plano gratuito, além de dispor de um plugin gratuito para WordPress.

Mas… também pode ter problemas com esses serviços, que geralmente irão detalhar via notificação no seu e-mail e também disponível no painel.

Caso você use um desses serviços e o plugin WP Mail Logging não indique falhas, pode ser que a falha esteja depois do envio.

Esses plugins substituem a função padrão pela função do sistema deles, assim o e-mail é enviado pelo serviço (gerando relatórios e tudo mais).

Possíveis problemas são que o seu IP, por algum motivo, foi bloqueado no Gmail ou Hotmail, por exemplo.

Ainda é possível que o problema esteja na cota de envios mensal, que foi excedida.

No caso de bloqueio por serviços de e-mail talvez você precise de ajuda profissional para identificar o motivo, eu não entendo muito disso. Mas geralmente isso não é problema se você não envia e-mails sem autorização.

No caso da cota excedida basta aumentar o limite (pagando, claro!).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}