4 coisas sobre WordPress que mudaram meu trabalho!

Todos os dias leio coisas que podem me ajudar a otimizar meu tempo e entregar um produto final cada vez melhor a meus clientes. Quanto mais eu souber sobre alguma coisa, mais valor irei entregar em cada projeto. Abaixo, listo cinco das coisas mais úteis que aprendi sobre WordPress e que otimizam meu trabalho todos os dias.

Advanced Custom Fields

Advanced Custom Fields

Esse plugin é simplesmente incrível para quem desenvolve temas. Se eu tivesse que escolher dois plugins essenciais para qualquer projeto, seria o ACF e o WordPress SEO. O primeiro para desenvolvimento e o segundo para quando o site já está rodando.

Com o ACF é possível criar campos personalizados no editor de posts e exibi-los como bem entender no layout. Tem campo de todo tipo: texto, data, número, mapas, etc. Isso tudo na versão free que eu já utilizo há muito tempo.

No entanto, arrisquei e comprei a versão PRO. Aí que a mágica acontece. Ela tem algumas opções extras, são elas:

  • Campo repetidor: quer criar uma lista com nome e preço de produtos? Com esse campo é super fácil. Aliás, é super fácil criar qualquer coisa que seja um laço de repetição
  • Conteúdo flexível: é um pouco similar ao repetidor. Com o conteúdo flexível você pode definir diferentes layouts para o usuário escolher e, então, o usuário pode escolher qual layout quer. Utilizo muito para criar landing pages. Crio diversas opções e o cliente só precisa arrastar e soltar para criar blocos de texto, imagens, formulários, etc. Ajuda muito a desenvolver meu trabalho como freelancer de marketing digital. Quando estou sendo criativo, não preciso colocar a mão em códigos.
  • Opções do tema: toda a flexibilidade dos campos acima mas não em posts ou páginas, mas em um theme settings que permite retornar os valores em qualquer lugar do tema. Utilizo para criar páginas iniciais extremamente customizáveis ou mesmo blocos que se repetem em diversas partes do site.
  • Galeria de fotos: incrível! Fica muito mais fácil de criar galerias personalizadas – quantas você quiser – no seu site.
  • Combinação de todos os campos: este não é exatamente um campo. Mas combiná-los torna as possibilidades infinitas. A combinação depende apenas da sua criatividade.
Baixe o Advanced Custom Field

 

[box_assine]

Odin Framework

Este é um tema base desenvolvido pela comunidade brasileira do WordPress. Nada de ficar criando funções repetidas em cada novo site. Com o Odin é super fácil de criar opções de desenvolvimento.

  • Custom Post Types: para estruturar conteúdo de forma profissional é indispensável.
  • Taxonomias personalizadas: são como as “categorias” de post mas para os Custom Post Types
  • Metaboxes/Opções para posts/páginas: não utilizo, já que é muito mais fácil – e com mais opções – fazer com o ACF.
  • Formulários de contato: não utilizo pois acho o Contact Form 7 mais flexível.
  • Opções para perfis de usuários: faço isso com o ACF
  • Opções para o Tema: utilizo o ACF
  • Shortcodes
  • Personalização do Admin

Estas são algumas funções do Odin. Como você viu, não utilizo todas mas, mesmo assim é incrível. Se você não tem o ACF, tudo fica prático também. O Odin é muito utilizado e tem um showcase bem legal.

Conheça mais sobre o Odin

 

Actions e filters

Não vou entrar muito em detalhes sobre isso, mas é simplesmente incrível. Basicamente você consegue modificar quase tudo em um plugin ou no core do WordPress sem mexer no código original. Plugins mais robustos – e o próprio WordPress – são cheios de hooks e tudo pode ser customizado. Utilizo muito para criar lojas virtuais com WooCommerce.

Conheça mais sobre Actions e filters

wp_script_localization

Um problema que eu sempre enfrentava quando precisa de scripts JS dinâmicos é a necessidade de inseri-los diretamente no header, o que não é nada profissional. Pra mim, este foi um grande problema do WordPress. No entanto, descobri que a culpa era minha! Eu que não conhecia a funçao wp_script_localization.

Com ela, é possível adicionar parâmetros específicos dentro de um arquivo JS e depois manipulá-los a partir do PHP. Isso mesmo, chega de javascript inline. É possível fazer tudo de forma mais organizada e profissional.

Conheça mais sobre wp_script_localization

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *