A resposta

Quanto custa uma loja virtual com WooCommerce?

Imagine que você queira ir passear na praia de Porto de Galinhas. Quanto custa isso? Nada, a praia é grátis. Mas há outros custos envolvidos e que devem ser considerados – especialmente se você mora longe.

Criar uma loja virtual com WooCommerce segue a exata mesma lógica. O plugin é realmente gratuito! E você pode simplesmente instalá-lo no WordPress, que também é gratuito.

Mas… a partir daqui começam os custos.

Se você mora em Recife, precisa de um ônibus baratinho para ir até Porto de Galinhas. Se você mora em São Paulo é mais recomendado pagar uma passagem aérea, que é bem mais caro.

A lógica com o WooCommerce é bem similar. Se você está familiarizado com WordPress e sabe se virar com um pouco de buscas no Google, é possível criar uma loja barata, gastando só o valor da hospedagem do seu site.

Mas se você não tem conhecimento nisso e quer sua loja funcionando de maneira adequada, talvez você seja melhor contratar alguém ou entrar em um curso de WooCommerce – o mesmo que comprar sua passagem aérea.

Quanto custa uma loja?

Tem muita gente que faz boas lojas por mil reais. E há também outras lojas boas por R$ 20 mil. Isso depende muito do profissional e o que ele vai entregar, em quanto tempo e com qual qualidade para o seu e-commerce.

Mas vamos considerar que você chegou na praia, finalmente. Gastou um dinheiro e investiu um tempo razoável, mas aí está você com sua loja pronta.

Agora há uma variedade imensa de hoteis disponíveis. Desde hostels a R$ 30 até resorts por mais de R$ 3 mil ao dia. E é exatamente dessa forma com o WooCommerce.

Para ter o básico os custos são baixos. Depois você pode ter bons plugins para WooCommerce por um preço ainda razoável.

Mas e se você quiser criar algo que ainda não tem disponível como plugin pronto? Nesse ponto você pode contratar um freelancer para te ajudar a desenvolver essa solução ou, se quiser se aventurar por códigos, criar suas próprias soluções para WooCommerce.

O custo dessas personalizações é impossível de estimar de maneira geral ou quanto você deve pagar por isso, já que depende muito do que você precisa e qual a qualidade esperada. Mas pode variar de R$ 50 a R$ 4 mil ou mais. Realmente depende.

E você também deve levar em consideração o que está procurando. Isso é realmente necessário? Quanto de faturamento esse recurso vai incluir no meu negócio? Vale a pena pagar o preço que estão me pedindo?

Pensando relativamente

Quanto é caro e quanto é barato? Isso tudo depende. Pra saber isso é necessário, antes, entender o objetivo do que está sendo proposto.

Antes de orçar uma customização você já deve saber a faixa do que é caro ou barato. Fazer isso é muito simples: analise o quanto de faturamento extra este novo recurso irá te trazer.

Olhando dessa forma é simples de se entender qual o limite que você quer pagar pelo recurso. Em alguns casos, é algo complexo mas que não vai trazer resultado. Então fica difícil encontrar o desenvolvedor.

Mas se esse for o caso, acredite: você não está precisando desse recurso. Se a ferramenta não gera resultado e custa muito, qual o objetivo dela, afinal?

Ainda vale a pena?

Existem plataformas por aí que você R$ 50-100 mensais e tem acesso a todos os recursos, não se preocupa com servidores, nada. Mas mesmo assim o WooCommerce pode ser a melhor opção se você quer:

  • Controle total sobre o design da sua loja
  • Seu modelo de negócios exige recursos específicos que as plataformas prontas não conseguem oferecer porque atendem milhares de clientes – no WooCommerce a única limitação é o seu orçamento e criatividade
  • Quer ter controle total sobre os dados da sua loja: estando tudo no seu próprio servidor, você manda.

É necessário considerar sua loja como um negócio, só que na internet. Tem faturamento, tem dor de cabeça e tem investimentos a serem feitos. É perfeitamente possível começar investindo pouco e ao passo que você começa a lucrar ir crescendo o seu negócio.

O WooCommerce é apenas a plataforma que permite gerenciar todo o seu e-commerce para vender na internet, mas esse é só o primeiro passo. Você deve fazer o dever de casa para que as vendas de fato aconteçam.

Já vi muita gente que começou uma loja e ficou frustrada porque o WooCommerce não fez nenhuma venda. E não fará. Quem faz a venda é você. O WooCommerce é só ferramenta.

É como ficar triste se a louça da sua casa não se lavar automaticamente. Ela não tem essa capacidade. Ela pode ser bonita e te ajudar todos os dias, mas ela não consegue fazer o trabalho sozinha.

Quais são os próximos passos?

Você já notou que um e-commerce é um negócio normal, só que com uma interface virtual apenas. Você precisa saber o que está fazendo, precisa saber gerenciar o seu time (se tiver um), relacionar-se com fornecedores, lidar com transportadoras e devoluções.

Para além de todos esses aspectos básicos, há algumas coisas essenciais a se considerar.

Cadastrar produtos de maneira otimizada

Crie textos únicos, atraentes e que engajem seus clientes. Com Submarino e Americanas por aí, talvez seja difícil entrar na briga de preços – e nem recomendo.

Desenvolva uma identidade única, uma forma de comunicação adequada.

Cadastre imagens atraentes, que engajem e mostre bem como o produto funciona, que estimulem a compra.

Atrair tráfego

Você criou uma loja. Agora ela é mais uma dentre milhões. Engaje seus clientes, faça anúncios, crie conteúdo. Utilize de todas as estratégias possíveis – principalmente tráfego pago para retorno acelerado no começo.

Teste

É muito cômodo dizer que está difícil e não consegue vender. Mas você sabe o porque? Insistir na sua loja não vai te trazer vendas. Como dizem que Einstein disse, fazer todos os dias a mesma coisa e esperar resultados diferentes é insanidade.

Você deve ser capaz de analisar o que causa carrinhos abandonados no WooCommerce, o que faz a taxa de conversão ser baixa e como melhorar isso.

Essa é a única forma de não insistir na sua loja, mas agir por ela. Tomar atitudes acertadas com base em dados e experimentos.

Invista onde é necessário.

Escolha a hospedagem correta. Eu já escrevi aqui no site dando recomendações de hospedagens de alta qualidade para WooCommerce e que são simples de configurar.

Possivelmente o erro mais comum é na falta de análise do ambiente para entender os benefícios que certos recursos trazem e a total inutilidade de outras.

É possível começar com pouco dinheiro, mas em certos pontos cruciais você não pode evitar. Comece pequeno e vá crescendo conforme a demanda. Mas não espere ter uma loja 100% para lançá-la ou esse dia nunca chegará.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *